“A fonte maior da arte é o prazer do ser humano no trabalho diário necessário, que se expressa e incorpora na obra; nada Manual para o futuro além disso pode embelezar o espaço vital comum, e a beleza é um sinal do prazer do ser humano no trabalho, mesmo quando ele pode  sofrer em outras partes. É a falta desse prazer no trabalho cotidiano que tornou nossas cidades e habitações ordinárias e horríveis, insultos
à beleza da terra que elas desfiguram, e os objetos cotidianos ordinários, triviais, feios – numa palavra, vulgar. É terrível como isso perdura,  mas há uma esperança no futuro: como é certo que a feiura e a desgraça lá fora resultam da exploração e da miséria das pessoas, também  é razoável aguardar que com a abolição da exploração e da miséria, a feiura externa dará lugar à beleza, um sinal de trabalho livre e feliz.”

William Morris

Anúncios

About Daniele Leite

Cristã protestante. Casada com Cris Gunther, o melhor marido do mundo e presentão de Deus. Estudante de Administração -UFC.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: